Você já parou para pensar na quantidade de informações que circulam

nos ambientes digitais e nas redes de computadores? Dados de

indivíduos, empresas privadas, órgão públicos… Será que desse grande

volume de informações é possível extrair elementos relevantes para

desenvolvimento econômico e social do país? Para o professor de

Computação Edson Scalabrin, a resposta é sim.

“A grande revolução do nosso tempo é a aplicabilidade da inteligência

artificial nos sistemas de informação”, ressalta o docente. Ele cita líderes

da economia mundial como exemplo dessa transformação. “Esse foi um

recurso usado pelos Estados Unidos para superar a recessão econômica

que desestabilizou o país há alguns anos”.

O curso de Sistemas de Informação alia conhecimento e tecnologia. Os

estudantes são preparados para analisar, projetar, desenvolver, testar e

instalar sistemas de informação em diversos segmentos em que a

Tecnologia da Informação é usada pelo ser humano para automatizar as

atividades dentro das empresas e em computação móvel. “Não podemos

usar um computador como uma máquina de escrever. Precisamos

explorar todos os recursos tecnológicos”, finaliza o professor.

A tecnologia aliada à informação é estratégica para as empresas. Na

medida em que as soluções tecnológicas automatizam processos

organizacionais, o segmento se torna fonte geradora de vantagens

competitivas. Os principais empregadores são as grandes corporações,

mas o profissional pode atuar em qualquer tipo de empresa de quase

todos os setores, de bancos e organizações de saúde a empresas públicas

e de comércio eletrônico.